As 3 melhores regiões para investir em incorporação imobiliária em São Paulo

3 melhores regiões para investir em incorporação imobiliária

São Paulo é a maior e mais rica cidade do Brasil, com uma economia diversificada e diversos públicos-alvo a serem atendidos pelo mercado imobiliário, que atrai investidores do brasil e do exterior. Mas, ao mesmo tempo em que a demanda por imóveis em São Paulo é alta, os terrenos são caros e os consumidores são exigentes, tanto em termos de produtos, como de localização, exigindo conhecimento de incorporadores e investidores.

Nesse post, indicamos as 3 melhores regiões para investir em incorporação imobiliária em São Paulo, que embora elas não sejam as únicas boas opções, reúnem maior potencial de valorização por estarem recebendo novos equipamentos urbanos, como estações de metrô,  ou já serem consolidadas, cobiçadas, e com raríssimos terrenos disponíveis, o que faz com que qualquer empreendimento lançado lá tenha um público ávido para adquiri-lo.

Como exemplo do primeiro caso, temos Moema, onde o preço dos imóveis simplesmente disparou, e do segundo, os Jardins, tradicionalmente um dos bairros mais valorizados e disputados de São Paulo. Mas existem outros, que vamos abordar nesse artigo sobre as 3 melhores regiões para investir incorporação imobiliária em São Paulo:

Região Oeste de São Paulo

Na Região Oeste de São Paulo, os bairros com maior potencial de lucro para os investidores em incorporação Imobiliária são Pompéia, Perdizes, Pinheiros e Alto de Pinheiros, por suas histórias e características peculiares.

Pinheiros

Fazendo divisa com os bairros do Jardim Paulistano, Vila Madalena, Alto de Pinheiros, Cidade Jardim e City Butantã,  Pinheiros é próximo de vias importantes como as Avenidas Brigadeiro Faria lima,  Eusébio Matoso, Nações Unidas e Marginal Pinheiros, além da Rebouças, que dá acesso à Avenida Paulista e às regiões mais centrais de São Paulo. Por isso, Pinheiros é muito procurado por famílias que querem uma vida mais cosmopolita.

O Bairro de Pinheiros passa por um processo de valorização, acelerado desde a chegada da Linha Amarela do metrô, que tem no bairro duas estações, Faria Lima e Fradique Coutinho, além já ser servido pelas estações de trem Cidade Universitária, Pinheiros e Hebraica Rebouças.

Pinheiros reúne o sofisticado e o alternativo. O morador do bairro pode frequentar as lojas do Shopping Iguatemi e da badaladíssima Rua Oscar Freire, endereço das grifes mais valorizadas do mundo, em um dia, e no outro os bares da Vila Madalena, que ganhou o status cult de bairro boêmio de São Paulo e fama mundial, atraindo moradores ilustres do meio artístico, como o guitarrista do Ira! Edgard Scandurra e o roqueiro australiano Nick Cave.

Pompéia

Outro bairro da Região Oeste de São Paulo com um charme único, a Pompéia faz divisa com os bairros de Perdizes, Vila Anglo Brasileira, Água Branca, Vila Romana, Lapa e Barra Funda. Se conectando à Avenida Paulista pela Avenida Heitor Penteado e à região central de São Paulo pela Avenida Água Branca, o Bairro da Pompéia tem ainda um charme de bairro antigo, mas que tem muita procura, o que fez surgir grandes empreendimentos.

A Pompeia tem ainda um acesso muito fácil à Marginal Tietê, além de excelentes opções de mobilidade, com acesso fácil ao Terminal Barra Funda de trem e metrô, bons colégios e como o Sagrado Coração de Jesus, Universidades, como a PUC, no bairro vizinho de Perdizes e Shopping Centers com o Bourbon e o West Plaza.

Mas o grande charme da Pompeia é sua efervescência cultural. Ali, nos anos setenta, em uma casa na Rua Venâncio Aires 408 , Rita Lee e os irmãos Arnaldo Baptista e Sérgio Dias formaram Os Mutantes. Em 1982 surgiu o SESC Pompéia, um projeto arquitetônico absolutamente inovador de Lina Bo Bardi, que causa impacto visual até hoje, e também é local de muitos eventos culturais importantes, especialmente de uma cena mais alternativa.

A Pompeia também é o local de grandes acontecimentos esportivos, sendo onde fica moderníssimo Allianz Arena, um dos estádios de Futebol mais modernos de São Paulo, ao lado do Shopping Bourbon, e que além dos jogos de futebol, recebe alguns dos shows dos artistas nacionais e internacionais mais  importantes.

Perdizes

Perdizes é um dos bairros paulistanos de maior IDH, ficando atrás somente de Moema e Pinheiros, e faz divisa com os bairros do Sumaré, Pompéia, Água Branca e Pacaembu, sendo suas principais vias a Avenida Pacaembu, na direção da Marginal Tietê, a Rua Cardoso de Almeida, que dá acesso à Avenida Doutor Arnaldo, e de lá à Avenida Paulista a Avenida Água Branca e a Avenida Pompéia.

O bairro de Perdizes é considerado de classe média e classe média alta, sendo o local de algumas das instituições de ensino mais renomadas de São Paulo, como a Pontifícia Universidade Católica – PUC, e o Colégio Santa Marcelina, famoso também pela sua faculdade de Moda.

Perdizes passa por um momento de valorização que o torna muito atraente para se investir em incorporação imobiliária, porque estão em construção as estações de metrô Perdizes e PUC Cardoso de almeida, da Linha Laranja, que tornarão a mobilidade muito mais fácil.

Alto de Pinheiros

O Alto de Pinheiros é outro bairro paulistano que tem história, sendo uma excelente opção de investimento em incorporação imobiliária. A história do Alto de Pinheiros remete às terras que ficaram sem dono quando o Marques de Pombal expulsou os Jesuítas do Brasil, mas a sua trajetória como bairro nobre começa com a célebre Companhia City of São Paulo Improvements and Freehold Land Companhy Ltd., ou simplesmente Cia. City.

Todo o bairro foi planejado pelo arquiteto inglês Barry Parker, que criou o conceito de uma praça circular, a Praça Panamericana, de onde partem avenidas que ligam o Alto de Pinheiros a outras regiões como Lapa, Pinheiros, Vila Madalena e Pacaembu.

O Alto de Pinheiros é um bairro desejado porque ali os prédios e casas são de altíssimo padrão, e a vizinhança é desejada, sendo residência de algumas das figuras mais importantes da cena política e econômica brasileiras, como Michel temer, José Serra, Aloísio Mercadante e Plínio de Arruda Sampaio.

Região Sul de São Paulo

As melhores localizações para se investir em incorporação imobiliária na Região Sul de São Paulo são Moema, Campo Belo, Brooklin, Chácara Santo Antônio e Vila Mariana, bairros muito procurados por diferentes razões.

Moema

Moema faz divisa com os bairros de Vila Olimpia, Vila Nova Conceição, Vila Clementino, Jardim Lusitânia, Planalto Paulista, Campo Belo e Brooklin, e é delimitado pelas avenidas República do Líbano, Indianópolis,  Moreira Guimarães (Corredor Norte-Sul), Bandeirantes, Santo Amaro, Hélio Pellegrino e Rua Inhambú.

Com essa localização, prática para se chegar rapidamente tanto às regiões mais centrais de São Paulo quanto às marginais Tietê e Pinheiros, além da proximidade de locais únicos como o Parque do Ibirapuera, e o Aeroporto de Congonhas, muito importante para os executivos de grandes empresas, Moema sempre foi um bairro desejado e, e valorizado pelos serviços que oferece e o comércio vibrante, tanto nas ruas quanto no Shopping Ibirapuera

Mas quando foram construídas as estações de metrô da Linha 5 Lilás, aumentando ainda mais as opções de mobilidade, o preço dos imóveis em Moema explodiu, tornando o bairro um dos melhores para se investir em incorporação imobiliária.

Campo Belo

O Campo Belo é delimitado pelas avenidas dos Bandeirantes, Santo Amaro, Professor Vicente Rao, Vereador João de Luca, Rua Maratona, Rua Palacete das Águias, Avenida Doutor Lino de Moraes Leme, Rua General Pantaleão Teles e Avenida Jurandir, e faz divisa com os bairros de Moema, Saúde, Jabaquara, Santo Amaro e Itaim Bibi.

Bairro de alto padrão, muito procurado pela classe média e classe média alta paulistanas, o Campo Belo é uma das melhores opções para o investimento em incorporação imobiliária pela sua proximidade com a Avenida Luís Carlos Berrini, sede de muitas empresas multinacionais no Brasil, o que, além da proximidade com o Aeroporto de Congonhas, torna a região muito procurada por executivos de multinacionais.

Brooklin

Outro bairro da Região Sul de São Paulo muito interessante para quem quer investir em incorporação imobiliária é o Brooklin, delimitado pelas avenidas dos Bandeirantes, das Nações Unidas, Santo Amaro e Jornalista Roberto Marinho, fazendo divisa com os bairros de Brooklin Velho,  Vila Olímpia, Moema, Vila Cordeiro e Morumbi.

O Brooklin é uma área que no início do Século XX estava na Várzea do Rio Pinheiros, cujas inundações faziam com que os terrenos não fossem tão caros, o que levou muitas indústrias a se instalarem lá, como Caloi, Kibon e Bombril, além de ter sido fundada lá, em 1911, a Sociedade Hípica Paulista.

Mas desde os anos 1980 o Brooklin passou por um processo de extrema valorização, com a Avenida Luiz Carlos Berrini se tornando o novo centro comercial mais importante de São Paulo, como empresas como as Organizações Globo instalando e entidades como o Consulado Geral dos Estados Unidos da América em São Paulo se instalando por lá, conferindo ao Brooklin um status único e diferenciado.

Chácara Santo Antônio

A Chácara Santo Antônio é formada por ruas retas e paralelas entre si, como a Américo Brasiliense, Alexandre Dumas e Verbo Divino, ligando no sentido sudoeste-nordeste a região do Alto da Boa Vista e a Marginal Pinheiros, delimitando assim a Chácara Santo Antônio, uma das melhores opções em São Paulo para se investir em incorporação imobiliária.

Embora tenha muitas casas de altíssimo padrão, a Chácara Santo Antônio tem uma inequívoca vocação comercial, sendo endereço das sedes de bancos, universidades particulares e de uma das organizações empresariais mais importantes de São Paulo, a Câmara Americana de Comércio – AMCHAM Brasil.

Vila Mariana

A Vila Mariana é um dos bairros mais interessantes para se investir em incorporação imobiliária em São Paulo, por ter uma localização excelente,  próxima de outros bairros nobres como Chácara Klabin, Paraíso e Vila Clementino, Ibirapuera, Moema, Vila Nova Conceição, Itaim Bibi, Jardim Europa, e Jardim Paulista, além de dar acesso a vias importantes como o Corredor Norte Sul (23 de Maio) e Avenida Paulista.

Servida por duas linhas de metrô, a Linha 1 Azul e a Linha 2 Verde, a Vila Mariana também é um bairro com muita história e edifícios tombados pelo patrimônio histórico, como os do Instituto Biológico e Cinemateca brasileira, que junto a muitas casas térreas que se encontram em ruas calmas, dão à região um ar de cidade do interior, apesar de estar em uma localização central e extremamente disputada.

A Vila Mariana também é muito procurada por oferecer uma vida cheia de conveniências aos seus moradores. Além da proximidade de dois shopping centers, o Santa Cruz e o Pátio Paulista, ela tem também muitos colégios renomados, como Cristo Rei e Bandeirantes, e faculdades como a Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM, e Belas Artes, entre outras, além de ter muitos bares e restaurantes.

Jardins

A região dos Jardins é a mais valorizada e exclusiva da Cidade de São Paulo, garantindo retorno financeiro a quem procura investir em incorporação imobiliária, pois os terrenos disponíveis são poucos, e o público que procura os jardins sabe o valor da região.

A região dos jardins é formada pelos bairros de Jardim Europa, Jardim América, Cerqueira Cesar e Jardim Paulista, sendo que só é permitido levantar prédios nos dois últimos, enquanto os dois primeiros são ocupados por mansões deslumbrantes, pertencentes a algumas das famílias mais tradicionais da cidade de São Paulo.

O comércio e os serviços dos Jardins acompanham o padrão das casas e apartamentos, sendo que os restaurantes trazem as cozinhas de chefs premiados e o comércio de rua, principalmente a Rua Oscar Freire, tem lojas das marcas mais cobiçadas do mundo. O público-alvo de um imóvel nos Jardins é o que o mercado chama de triple A, ou AAA, para o qual crise econômica não é um impedimento para se comprar um apartamento.

Mesmo apartamentos usados nos Jardins alcançam um alto preço. Por essa razão, nunca faltam interessados, dispostos a pagar o devido valor, em um lançamento nos Jardins, pois se trataria da oportunidade de adquirir um apartamento novo na região mais valorizada e cobiçada de São Paulo.  

Então, havendo oportunidade de investir em incorporação imobiliária na região, ela não deve ser desperdiçada, pois mesmo que o investimento seja proporcionalmente mais alto do que seria necessário em outras regiões, pelo preço do terreno, o retorno financeiro é certo.