O futuro do mercado imobiliário está na Zona Sul de São Paulo

O futuro do mercado imobiliário está na Zona Sul de São Paulo

O Mercado Imobiliário é um dos ramos de atuação apaixonante, e exigente, porque, pela própria natureza do negócio, os desenvolvedores imobiliários devem antecipar o que os consumidores desejarão nos próximos anos, o que também guiará as decisões dos investidores. Por isso, vale a pena prestar atenção na Zona Sul de São Paulo, porque ali está o futuro do mercado imobiliário da capital paulista.

Porque a Zona Sul é o futuro do Mercado Imobiliário

Um dos fatores de maior peso para definir a preferência dos consumidores finais, os compradores ou locatários de imóveis comerciais ou residenciais, que é o público-alvo que os incorporadores e investidores do mercado imobiliário devem se preocupar em atender é a atratividade da localização.

Ou seja, o que uma determinada região oferece de conveniência, serviços, infraestrutura urbana, praticidade, menor tempo de deslocamento entre o trabalho e a residência, charme e qualidade de vida!

Esses são benefícios pelos quais as pessoas estão dispostas a pagar, e o futuro do mercado imobiliário está em regiões que estão passando por transformações que agreguem esses benefícios, e a Zona Sul de São Paulo é uma delas.

Por que investidores devem prestar atenção à Zona Sul de São Paulo

O que chamamos de Zona Sul de São Paulo é uma região bastante heterogênea, que inclui vários bairros de classe média, classe média alta e classe alta, com diferentes perfis de público, mas que têm em comum estarem em um grande eixo compreendido entre as Avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Washington Luís, que ligam o centro e a Marginal Pinheiros / Nações Unidas.

Ao longo dessas duas vias, e de outras duas muito importantes, que estão entre elas, a Avenida Santo Amaro, e a Avenida Luís Carlos Berrini e sua continuação, a Chucri Zaidan, São Paulo está passando por uma grande transformação urbanística!

Essa transformação é causada por uma feliz confluência de escolhas entre o poder público e a iniciativa privada, que fazem com que a Zona Sul de São Paulo passe por transformações maiores e mais aceleradas do que todas as outras regiões de São Paulo, que estão construindo o futuro do mercado imobiliário!

Entre essas obras estão a requalificação da Avenida Santo Amaro e a recuperação e despoluição do Rio Pinheiros, que embora seja um processo mais demorado, já conseguiu tornar as margens do rio mais agradáveis e atrativas para muitos esportistas, que desde a região do Alto de Pinheiros, e Pinheiros, percorrem a ciclovia do Parque Linear Bruno Covas todos os fins de semana.

Nesse eixo, onde já estão estruturas como o Aeroporto de Congonhas, o segundo mais movimentado do Brasil, e o Autódromo de Interlagos, onde acontecem anualmente o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, e os festivais de música Lollapalooza e The Town, a iniciativa privada já instalou, ou estão em construção, empreendimentos que contribuem para que a Zona Sul de São Paulo seja o futuro do mercado imobiliário.

Aliás, um pouco a frente do Autódromo de Interlagos, estão alguns dos principais mananciais de São Paulo, as represas Billings e Guarapiranga, além de uma grande concentração de áreas verdes, o que permite o desenvolvimento de produtos imobiliários realmente diferenciados, voltados para a moradia e o lazer.

Porque a Zona Sul de São Paulo vai se valorizar muito

A Zona Sul de São Paulo é bastante heterogênea, formada por muitos bairros com perfil para grande valorização de terrenos e imóveis, cada um com a sua característica e um perfil de moradores e investidores.

Como todas as outras, essa região de São Paulo se desenvolve em torno de eixos, que são grandes avenidas, que atraem comércio, serviços, escritórios, residências e lazer.

Eixo 23 de Maio – Rubem Berta -Washington Luís-Interlagos

Esse eixo se liga à região central de São Paulo, de onde se pode cortar a cidade por dentro e acessar a Marginal Tietê e de lá o Litoral Norte e o Aeroporto de Guarulhos. Mas, o que nos interessa é como ele se desenvolve em direção à Zona Sul.

No seu entorno estão alguns dos bairros de classe média alta, e alta mais tradicionais de São Paulo, como a Vila Mariana, Moema Pássaros e Vila Nova Conceição, onde estão cartões postais da cidade, como o Obelisco em homenagem aos Heróis de 32, e todo o complexo do Parque Ibirapuera, projetado por Oscar Niemeyer, que inclui o próprio Parque, o MAC, o Auditório Ibirapuera e a Bienal de São Paulo.

Esse eixo segue com o nome de Avenida Rubem Berta até o Aeroporto de Congonhas, próximo à região de Moema-Índios, onde cruza com a Avenida dos Bandeirantes. De lá, segue como Washington Luís, passa pela Chácara Flora e segue até a Marginal Pinheiros, na região de Santo Amaro. Mas, na altura da Praça Ministro Pedro Chaves, dá origem à Avenida Interlagos, que cruza o Rio Jurubatuba e termina no Autódromo de Interlagos.

Eixo da Avenida dos Bandeirantes

A Avenida Bandeirantes liga a Marginal Pinheiros às Avenida Ricardo Jafet e Abrahão de Moraes, onde começa a Rodovia dos Imigrantes, que, além de ser o principal acesso ao litoral Sul de São Paulo, é onde se encontra o São Paulo Expo, local onde são realizados os principais eventos e feiras de negócios.

No entorno da Avenida dos Bandeirantes, estão alguns dos bairros mais valorizados de toda a Zona Sul de São Paulo e da própria capital Paulista, como, no sentido Marginal – Ricardo Jafet:  Vila Olimpia, Moema Pássaros, Indianópolis, Brooklin Novo e Campo Belo. Indo mais na direção Sul de suas paralelas, as avenidas Jornalista Roberto Marinho, e Vicente Rao, estão o Brooklin e o Brooklin velho, também regiões muito valorizadas.

Eixo das Avenidas Santo Amaro e Ibirapuera – Vereador José Diniz

Também ligando o centro sul a Zona Sul de São Paulo, há dois eixos importantes, o da Avenida Santo Amaro e da Avenida Ibirapuera e Vereador José Diniz.

Avenida Santo Amaro

A Avenida Santo Amaro, que tem uma extensão de 7.7 km,  começa na região do Itaim Bibi, passando pela Vila Nova Conceição, Vila Olímpia, Vila Uberabinha, Moema, Brooklin Novo, Brooklin, Chácara Santo Antônio e Alto da Boa Vista.

Atualmente em obras, a Avenida Santo Amaro ganhará calçadas mais amplas, acessibilidade, aterramento da fiação elétrica, reformas do corredor das paradas de ônibus, nova iluminação em LED e obras de saneamento, com melhorias no sistema de coleta de água e esgoto.

Essas melhorias já começaram a atrair incorporadores e investidores do mercado imobiliário, e são uma das razões pelas quais consideramos que o futuro do mercado imobiliário está na Zona Sul de São Paulo.

Avenidas Ibirapuera e Vereador José Diniz
Avenida Ibirapuera

A Avenida Ibirapuera começa ainda na Vila Mariana, perto de áreas tombadas pelo Patrimônio Histórico, como o Instituto Biológico e a Cinemateca, passando pelas regiões do Jardim Luzitania, Vila Uberabinha, Moema e Indianópolis.

Avenida Vereador José Diniz

A Avenida Vereador José Diniz é a continuação da Avenida Ibirapuera após cruzar a Avenida dos Bandeirantes, passando pelas regiões do Brooklin, Brooklin Novo e Campo Belo, e Alto da Boa Vista, terminando na Rua Adolfo Pinheiro, na região de Granja Julieta , em Santo Amaro.

Eixo da Berrini e Chucri Zaidan

A Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini e Avenida Doutor Chucri Zaidan são curtas em extensão, mas muito importantes do ponto de vista econômico. Ligando a Vila Olimpia, onde se chama Rua Funchal, ao Brooklin e Brooklin Novo, e à Avenida Vicente Rao, elas são o endereço de algumas das principais empresas com sede na Zona Sul de São Paulo.

Eixo da Marginal Pinheiros – Avenida das Nações Unidas

A Marginal Pinheiros começa

no fim da Marginal Tietê, no Cebolão, que dá acesso à Rodovia Castelo Branco, próximo a bairros nobres como Alto de Pinheiros e Vila Leopoldina, passando por regiões nobres como Pinheiros, Itaim, Vila Olimpia, Cidade Monções, Brooklin, Chácara Santo Antônio, Santo Amaro, e Jurubatuba, terminando na Avenida Interlagos.

O que acontece na Zona Sul de SP que torna essa localização o futuro do mercado imobiliário em São Paulo

Os planejadores urbanos e desenvolvedores imobiliários perceberam o potencial da Zona Sul de São Paulo há décadas, pelo menos desde o momento em que a região da Berrini se transformou em um centro comercial e financeiro importante, o que viabilizava comercialmente, por exemplo, o Shopping Morumbi.

O que faltava, entretanto, era uma infraestrutura urbana de transporte mais robusta, que conectasse a Zona Sul de São Paulo com a região central e com o outro lado do Rio Pinheiros.

E ao longo de 30 anos, essa infraestrutura foi sendo construída, havendo algumas obras icônicas que, juntas, podemos dizer que mudaram o perfil da zona sul e fizeram dela o futuro do Mercado Imobiliário em São Paulo, como o Túnel Jânio Quadros, a Avenida Jornalista Roberto Marinho, a Ponte Estaiada Otávio Frias de Oliveira, a Linha 9 da CPTM e a Linha 5 Lilás do metrô, que já chegou aos bairros de Moema, Brooklin e Santo Amaro.

O que já existe ao longo do Marginal Pinheiros que valoriza a Zona Sul

Ao longo da Marginal Pinheiros, a partir da Zona Oeste de São Paulo, no sentido Sul, já existe uma série de empreendimentos e estruturas que valorizam o seu entorno, como o Parque Villa Lobos, a Roda Rico, o Shopping Villa Lobos, o Shopping Iguatemi, o Shopping Eldorado e o Shopping JK Iguatemi.

E em breve surgirão novidades em hotéis boutique, como o Hotel Faena, que vem para concorrer com o Palácio Tangará, que fica ao lado do Parque Burle Marx.

Todos esses empreendimentos existentes ajudaram a atrair para a Zona Sul de São Paulo, para onde a Marginal Pinheiros continua, uma série de empreendimentos residenciais, comerciais e de serviços e lazer de ponta, como São Paulo nunca viu. Entenda por que eles definirão o futuro do mercado imobiliário nos próximos anos.

Condomínios e Bairros planejados
Parque Global

Empreendimento residencial e comercial, contará com 5 torres internacionais com 47 pavimentos ao lado de um lago com restaurantes flutuantes e um Shopping Center de altíssimo padrão. Abrangerá também o maior complexo de medicina de oncologia e hematologia com Hospital Albert Einstein, centro educacional, uma estação de metrô integrada e uma nova ponte de veículos ligando os dois lados da marginal Pinheiros.

Usina de Traição

A Usina Elevatória de Traição teve seu controle acionário vendido para a Incorporadora JHSF, que no local levantará um condomínio com 4 torres de 38 andares, com o metro quadrado sendo avaliado em R$60.000,00.

Clubes de Surf

O Surf há muito deixou de ser um esporte associado a pessoas com um estilo de vida mais descompromissado, tendo se tornado um esporte olímpico e sido abraçado por executivos e empresários, que o incluíram em sua rotina de esportes. Mas como a praia mais próxima de São Paulo está no Litoral Sul, era natural que surgissem os clubes de ondas: O São Paulo Surf Club, da JHSF e o Beyond The Club, da KSM Realty Properties e BTG Pactual.

São Paulo Surf Club

Em frente à Ponte Estaiada Otávio Frias de Oliveira, um dos ícones urbanos de São Paulo, o São Paulo Surf Club será integrado ao empreendimento residencial São Paulo Surf Club Residences, da própria JHSF. O endereço é Avenida Duquesa de Goiás, 571, no Real Parque.

Beyond The Club

O Beyond The Club será inaugurado em breve, próximo da Ponte Transamérica, na Marginal Pinheiros, no local anteriormente ocupado pelo Hotel Transamérica e o Teatro Alfa. O Endereço é Avenida das Nações Unidas, 18001.

Hospitais de Ponta

Os hospitais de ponta de São Paulo tem uma saudável concorrência entre si, competindo para estar mais próximos de seus pacientes e facilitar a vida dos médicos, criando novas unidades e se expandindo geograficamente na cidade.

Além do Albert Einstein, que fica originalmente no Morumbi, e terá uma unidade no Parque Global, outros hospitais de ponta instalarão unidades na Zona Sul de São Paulo, tornando-a ainda mais atraente para os investidores imobiliários, e do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, que já está no Campo Belo, na Avenida Vereador José Diniz, 3457, o próximo hospital de ponta a ir para a Zona sul de São Paulo é o Sírio Libanês.

A Nova unidade do Hospital Sírio Libanês terá uma área de 10 mil metros quadrados e ocupará 9 dos 18 andares de um edifício da Brookfield Properties, localizado na Avenida Roque Petroni Júnior.

Onde você deve investir

Se estiver procurando investir em imóveis, estas são algumas das razões que explicam por que o futuro do mercado imobiliário está na Zona Sul de São Paulo! Se tiver oportunidades, de investir na região, especialmente na raiz da incorporação, onde os ganhos são maiores, você deve aproveitar!