Praça do Pôr do Sol, o mirante da Zona Oeste de São Paulo

Praça do Pôr do Sol

Para quem mora ou circula pela região de Pinheiros, Alto de Pinheiros e Vila Madalena, um dos passeios mais interessantes e bonitos que se pode fazer durante o dia, e mais especialmente, no fim da tarde, é para a Praça do Pôr do Sol. Saiba tudo sobre principal mirante da Zona Oeste de São Paulo.

A história da praça pôr do sol

A história da praça, cujo nome oficial é Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros, começa em 1925, quando a Cia City iniciou o loteamento da região e a Light And Power Co recebeu a concessão para alargar e retificar o Rio Pinheiros, e dentro do conceito urbanístico, se previram espaços verdes e arborizados, o que foi feito de acordo com os projetos de Miranda Martinelli Magnoli e da paisagista Rosa Kliass.

O que tem na Praça do Pôr do Sol

A praça tem pistas para caminhadas, playground, muretas de cimento que servem como bancos e um gramado para as pessoas se sentarem e apreciarem o pôr do Sol, recortado pelas silhuetas dos arranha-céus de São Paulo.

Fauna e Flora

A flora tem árvores remanescentes da Mata Atlântica, inclusive falsas seringueiras .além de vários pássaros originários desse bioma, que costumam cantar mais quando não há muita gente ao redor.

Shows

A praça também costuma ter shows, que vão de artistas renomados a alternativos, todos gratuitos.

Endereço

O endereço é Praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiro, 334 – Alto de Pinheiros, e está aberta todos os dias, das 6h às 20h. E se você mora na região, em Pinheiros, ou na Vila Madalena, e quiser fazer um passeio até lá, é uma excelente pedida.

Aliás, uma excelente dica, de carro ou pedalando, seria conhecer outras atrações da Zona Oeste de São Paulo, como o Beco do Batman, na Vila Madalena, o Instituto Tomie Ohtake, o Parque Villa Lobos, a Roda Rico, o Parque Linear Bruno Covas, e terminar o dia vendo o pôr do Sol na Praça!